PT EN ES

LENTES FOTOCROMÁTICAS

Como utilizador de óculos graduados, ao sair de um ambiente fechado para o exterior solarengo, já pensei várias vezes que a minha vida seria muito mais fácil e cómoda se tivesse um par de óculos que pudesse corrigir a minha visão e ao mesmo tempo servisse de óculos de sol para utilizar quando necessário. Se é como eu e já lhe passou isto pela cabeça, então vai gostar das lentes fotocromáticas. 

Uma das tendências que parece estar a surgir este ano são as lentes fotocromáticas. Mas afinal o que são lentes fotocromáticas? As lentes que commumente vemos são completamente transparentes ou, no caso dos óculos de sol, completamente escurecidas.

O que diferencia as lentes fotosensíveis é o facto de não terem uma “tonalidade” fixa, de escurecem em função da luminosidade. Elas reagem aos raios UV, e escurecem quando expostas a este tipo de radiação. Quando não estão expostas aos raios UV elas tornam-se transparentes. 

Desenvolvidas por William H. Armistead e Stanley Donald Stookey, estas lentes têm propriedades que foram adquiridas através da incorporação de moléculas, como o cloreto de prata, que escurecem ao absorver os raios solares, eliminando desta forma a necessidade de trocar de óculos e tornando-as um complemento óptimo para a prática de desportos outdoor.

Pelo facto das moléculas fotosensíveis reverterem ao seu estado natural por um processo térmico, quanto mais elevada for a temperatura, menor será o escurecimento das lentes. Esta “dependência térmica” impede os óculos de atingirem o nível de “escuridão” igual ao dos óculos de sol, quando inseridas num ambiente com uma temperatura elevada. Por outro lado, se as lentes estiverem inseridas num clima frio, estas escurecem mais, o que as torna óptimas para a prática de desportos de inverno. Contudo, em ambientes frios, ao voltarem para espaços fechados as lentes levam mais tempo a recuperar a translucidez.

As propriedades fotocromáticas podem ser utilizadas em lentes progressivas ou unifocais, mas este tipo de propriedades não podem ser aplicadas em lentes demasiado finas e estão disponíveis num leque de cores muito limitado. 

Apesar das vantagens que este tipo de lentes apresenta, também existem inconvenientes na sua utilização. A sua principal desvantagem é o facto de não se ajustarem imediatamente às condições de luz. Demoram sempre alguns minutos, dependendo das marcas que as produzem. 

Regra geral, as lentes fotocromáticas escurecem em menos de um minuto, e continuam a escurecer lentamente nos 15 minutos seguintes. No caso inverso, as lentes começam a clarear em cerca de 2 a 5 minutos, demorando em média 15 minutos a ficarem completamente translúcidas.

Outra desvantagem, prende-se com o facto de elas poderem não escurecer quando utilizadas dentro de um carro. Isto acontece porque o material utilizado no vidro do pára-brisas, muitas vezes, absorve 100% dos raios UV. Por esta razão, não é a aconselhável a sua utilização para conduzir.

Receber notificação

Irá receber uma notificação quando este produto estiver disponível

Pedido de notificação já está registado

OK